Foto  Divulgação
Foto Divulgação

 

Um homem acusado de matar suposto rival com nove facadas após discussão em maio de 2019, por ciúmes de sua ex-companheira, foi condenado em sessão do Tribunal do Júri da comarca de São José a 17 anos e seis meses de reclusão em regime fechado.

O crime teve as qualificadoras de motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. Os autos dão conta que, desconfiado que a vítima mantinha relacionamento amoroso com sua ex-esposa, seguiu o cidadão até uma lanchonete nas proximidades da BR-101, na noite do dia 5 de maio do ano passado.

Foto Divulgação

Após um bate-boca por ciúme, o réu foi até o veículo e retornou armado com uma faca, com a qual desferiu nove golpes na vítima.

Depois de cometer o assassinato, fugiu do local. Apesar disso, acabou identificado pelas testemunhas do crime.

Sem estipular verba indenizatória aos herdeiros da vítima, o juízo lembrou que tal discussão pode ocorrer na esfera cível. O magistrado também negou ao acusado o direito de recorrer em liberdade, durante julgamento na última quinta-feira (16). Cabe recurso ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger