O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) denunciou um homem pelo crime de latrocínio contra o dentista Rafael Caranhato, de 24 anos, em Fraiburgo, no Meio-Oeste, e pelo transporte de droga para consumo pessoal. A Justiça já recebeu a denúncia.

"Foi um crime bárbaro, de grande repercussão na sociedade, cujo autor deve ser severamente responsabilizado", diz a promotora de Justiça da 1ª Promotoria da Comarca de Fraiburgo, Fernanda Morales Justino.

O fato aconteceu na madrugada da última sexta-feira (16), no apartamento do dentista.

Ele jantou com o réu, se deitou e foi atacado com um canivete. O primeiro golpe foi dado no pescoço e, na sequência, vários golpes foram desferidos no rosto, no tórax, no abdômen, no braço e na mão.

Em seguida, o réu roubou cartões bancários, diversos bens e valores e decepou um dedo do dentista.

Por volta das 7h30min, o réu deixou o local com o carro da vítima levando os bens e valores roubados. Ele passou em uma agência do Banco do Brasil e sacou mais R$ 2 mil com as impressões digitais do dedo decepado.

Colegas de trabalho notaram a ausência do dentista e acionaram a Polícia Militar, e ele foi encontrado morto no apartamento.

A placa do carro da vítima foi informada a órgãos de segurança de todo o estado e o veículo foi localizado em Ibirama, a 190 quilômetros de Fraiburgo, por volta das 13h.

O acusado foi preso em flagrante com os objetos roubados, dinheiro, o canivete usado no crime, um cigarro de maconha e o dedo da vítima enrolado em um guardanapo.

Ele teve a prisão preventiva decretada na audiência de custódia e responderá ao processo preso.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança