Ademar do Amaral foi condenado a 18 anos de prisão pelo feminicídio de sua companheira. A decisão ocorreu em sessão do Tribunal do Júri de Brusque nesta segunda-feira (16). Em maio de 2017, Amaral teria se desentendido com a vítima, Elisiane Raquel Gomes do Amaral, durante um evento em Gaspar, em razão de ciúmes e por não aceitar a separação.

Ao retornar para a residência, em Brusque, o casal teve uma nova discussão, na qual o homem pegou uma corda e asfixiou Elisiane até a morte. Após o homicídio, ele transportou o corpo da vítima para outro bairro da cidade, deixando-o sobre entulhos no acostamento de uma via.

O crime, além de se enquadrar como feminicídio, é qualificado por motivo fútil, emprego de asfixia e impossibilidade de defesa da vítima.

Quer receber as notícias no WhatsApp?