Homem que matou a ex-companheira em Jaraguá do Sul é condenado a 30 anos de prisão

Foto: Fábio Junkes/OCP News

Por: Claudio Costa

29/11/2023 - 19:11 - Atualizada em: 29/11/2023 - 19:35

O Tribunal do Júri condenou Waldemar Rogerio Wachholz a 30 anos e 10 meses de prisão em Jaraguá do Sul.

Ele foi julgado nesta terça-feira (28) pelo feminicídio contra Áurea Schölemberg, de 43 anos.

O crime aconteceu em 12 de agosto de 2022, na rua Francisco Dutra, no bairro Amizade.

Uma guarnição foi enviada para o local e foi recebida pela filha da vítima, de 15 anos.

A adolescente relatou aos policiais militares que ouviu a mãe gritar por socorro.

Inicialmente, a porta estava trancada, mas, em seguida, viu o pai fugindo em um Ford Ka vermelho.

A jovem verificou que a mulher estava caída e sem os sinais vitais.

Os bombeiros voluntários chegaram logo após os policiais militares e realizaram as manobras de reanimação cardiorrespiratória.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado para dar apoio para a ocorrência e as tentativas de reanimação se estenderam por mais de 30 minutos.

Apesar dos esforços das equipes de emergência, o óbito de Aurea por estrangulamento foi constatado.

Wachholz se entregou na delegacia após cometer o crime e confessou que matou a ex-companheira.

Áurea era Agente Comunitária de Saúde e trabalhava no Centro Vida.