Homem que estuprou e tentou matar mulher em Jaraguá do Sul vai continuar preso

Foto: Fábio Junkes/OCP News

Por: Claudio Costa

22/02/2024 - 06:02 - Atualizada em: 22/02/2024 - 08:48

O homem que estuprou e tentou matar uma mulher em Jaraguá do Sul continua preso.

Ele passou por audiência de custódia na tarde desta quarta-feira (21), no Fórum, e teve a prisão em flagrante revertida em preventiva.

Com a decisão do Judiciário, ele vai permanecer detido no Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

O crime aconteceu na ciclovia na rua Afonso Nicoluzzi, no bairro Rau, na noite de segunda-feira (19).

O autor rendeu a vítima com uma faca e a arrastou para uma área após os trilhos, nos fundos de uma empresa.

Após diligências, policiais civis e militares realizaram um cerco na região central de Jaraguá do Sul.

O criminoso foi detido no fim da manhã na rua Coronel Procópio Gomes de Oliveira.

Sob o efeito de drogas

O delegado Leandro Mioto destacou a frieza com que o estuprador narrou os fatos na delegacia.

Em depoimento, o autor contou que estava sob o efeito de drogas.

Após a abordagem, ele levou a mulher para um lugar ermo.

Além de dar socos e pedradas na cabeça da vítima, ele cometeu o abuso sexual.

Em seguida, ele jogou a mulher de uma ponte da linha férrea em um riacho.

“A vítima não morreu por um detalhe, porque não era a hora dela mesmo. Ela conseguiu sair do riacho e foi até a rua, onde foi socorrida pelo próprio marido. Ele fala que usou drogas, foi para a rua, encontrou a vítima, viu essa oportunidade e cometeu essa atrocidade”, destaca o delegado.

A mulher foi levada pelo companheiro para o Hospital São José, onde está internada.

O autor do crime utilizava uma tornozeleira eletrônica e respondia por um roubo cometido contra uma motorista de aplicativo em Guaramirim.