Dhyon Lennon Stavicki, 30 anos, se entregou na manhã desta quarta-feira (16) na Delegacia de Polícia da Comarca de Jaraguá do Sul, após ser informado que sua prisão preventiva havia sido decretada. Ele é suspeito de matar Divana Peres, de 24 anos, no último domingo, dia 13.
Conforme o delegado Daniel Dias, responsável pelo caso, Dhyon já está no Presídio Regional de Jaraguá do Sul. Veja a entrevista com o delegado:
Quais foram os procedimentos durante esta manhã?
"Tudo ocorreu de uma maneira bem tranquila, ele se apresentou na Delegacia de Polícia da Comarca junto com o seu advogado, para que fosse dado o cumprimento ao mandado, que foi pedido ontem pela Segunda Vara Criminal de Guaramirim. Ele agora vai responder preso por este crime grave que aconteceu em Schroeder. Enfim, tudo ocorreu de maneira tranquila como deveria ter acontecido".
Ele já foi encaminhado ao Presídio Regional?
"Foi dado cumprimento nas primeiras horas da manhã e logo depois foi ele encaminhado ao presídio".
Por quais crimes ele deverá responder?
"Depende dos crimes que a promotora e a juíza vão entender, mas são vários crimes, é um crime grave de homicídio qualificado, um crime hediondo, com certeza serão muitos anos de prisão".
Na tarde de ontem, Dhyon Lennon, na companhia de dois advogados, confessou o crime ocorrido na casa da vítima em Schroeder.  Disse que a agressão ocorreu após uma discussão com a ex-namorada, porém afirmou que não tinha a intenção de matá-la.