Um homem de 49 anos que atirou contra seu sócio foi condenado, em Sessão do Tribunal do Júri da comarca de Forquilhinha promovida na última quinta-feira (29), por tentativa de homicídio duplamente qualificado a 10 anos de reclusão, em regime inicial semiaberto. O crime aconteceu em 30 de abril de 2019, durante o dia no centro da cidade-sede da comarca.

Segundo a denúncia, o réu teria discutido com a vítima, seu sócio em duas empresas, e teria saído do local de carro, retornando armado. Ele teria desferido um tiro contra o homem, que foi atingido no abdômen, mas que foi prontamente atendido por serviços médicos. O acusado fugiu do local de carro.

Na sessão, presidida pelo juiz substi​tuto Guilherme Costa Cesconetto, o Conselho de Sentença reconheceu que a tentativa de homicídio foi cometida por motivo fútil, decorrente em desacordos na sociedade comercial existente entre ambos, e resultou perigo comum, por um funcionário estar próximo da vítima no momento do disparo e pela proximidade de estabelecimentos comerciais, além de veículos e transeuntes e o crime de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

O acusado foi condenado a 10 anos de reclusão, em regime inicial semiaberto. Cabe recurso da decisão ao TJSC. (Ação Penal 0000472-81.2019.8.24.0166)

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp