O homem de 32 anos que assassinou a ex-companheira na manhã desta quarta-feira em Sombrio, no Sul do Estado, já tinha histórico recente de violência doméstica.

Samara de Oliveira Melo, de 31 anos, grávida de aproximadamente quatro meses, foi alvejada com dois tiros na face, em via pública, após sair de um mercado no bairro São Luiz. Ela morreu ainda no local.

Autor confesso do crime, após ser preso em ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Civil, ele já havia sido preso após agredir Samara, em setembro, mesmo ciente da gravidez.

Na ocasião, o agressor se entregou à Polícia Militar. Ele alegou que não aceitava o fim do relacionamento.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul