Homem estupra jovem com deficiência mental, foge de hospital, mas acaba preso pela polícia

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Por: Claudio Costa

11/03/2024 - 16:03 - Atualizada em: 11/03/2024 - 16:30

Um homem, de 59 anos, foi preso preventivamente pela Polícia Civil por estupro de vulnerável.

A captura aconteceu na tarde da última sexta-feira (8), em Porteirinha, na região Norte de Minas Gerais.

De acordo com a investigação, a vítima, de 20 anos, tem deficiência mental.

O crime foi denunciado pela prima da jovem depois que soube do crime, no dia 2 de fevereiro.

A vítima estava na casa de uma tia, sentada no sofá, quando o autor teria colocou o dedo no órgão genital dela.

Conforme o relato, horas depois, ele entrou no quarto em que ela dormia, retirou a roupa e a estuprou.

Ele a mandou ficar quieta, pois só estava alisando seu corpo.

O abuso foi comprovado por meio de exames periciais.

A prisão do estuprador não foi realizada no dia dos fatos, uma vez que ele foi internado por questões de saúde.

Porém, ele fugiu do hospital antes de ser liberado.

O delegado André Brandão adiantou que instaurou inquérito policial e, diante do robusto conjunto probatório coletado durante a fase de investigação, representou pela prisão do investigado.

“A Polícia Civil encerrou os levantamentos e concluiu o procedimento, que foi enviado para a Justiça. No mesmo dia da prisão do suspeito, nós encerramos o procedimento investigatório e o indicamos por estupro de vulnerável”, contou Brandão.O investigado permanece no sistema prisional à disposição da Justiça.