Um homem de 42 anos morreu nesta terça-feira (20), após quase um mês internado no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, por ter sido espancado por pessoas que suspeitavam que ele tivesse tentado estuprar a sua enteada de 14 anos.

Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada na noite do dia 26 de julho para atender uma ocorrência de suspeita de estupro de vulnerável no bairro Santa Regina. Ao chegarem no local, os policiais viram que o homem havia sido espancado. O Corpo de Bombeiros foi chamado e o levou para o hospital.

O homem acabou vindo a óbito em decorrência dos ferimentos causados pelo espancamento.

Quer receber as notícias no WhatsApp?