A Polícia Militar foi chamada ao Pronto Atendimento de Corupá, na noite da última quinta-feira (22), em razão de um paciente que teria praticado ato obsceno na frente das enfermeiras.

 

 

Segundo os policiais, ele teria se masturbado enquanto estava se recuperando na sala de repouso. O médico plantonista foi chamado e interpelou o homem de 43 anos, que teria ficado agressivo e danificado uma persiana da unidade.

Quando a viatura da PM chegou, o suspeito já havia saído, mas foi localizado em um bar que fica em frente ao Pronto Atendimento. Ele assinou um termo circunstanciado e foi liberado pelos policiais.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger