Resumo da notícia

  • Mulher foi morta a pauladas
  • Principal suspeito do crime é o marido
  • Para obstruir a investigação, ele tentou simular que a mulher foi vítima de latrocínio

 

Um homem de 42 anos é suspeito de ter assassinado a esposa e, depois, simulado um assalto para tentar enganar a polícia. O caso aconteceu na última terça-feira (19), em Lages, na Serra catarinense.

Conforme a investigação, Rosimere do Rosário Pereira, de 52 anos, foi morta a pauladas - as agressões teriam sido praticadas pelo próprio companheiro enquanto a vítima ainda dormia.

 

 

Segundo a polícia, após o crime, o suspeito retirou uma televisão da casa para simular que Rosimere fora vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

Ele também teria escondido as roupas com manchas de sangue em cima de uma caixa d'água e jogado o pedaço de madeira utilizado no crime em uma mata.

Durante as investigações, policiais desconfiaram de informações controversas e passaram a investigá-lo - o homem então, teria confessado o crime. Ele foi preso em flagrante e conduzido ao Presídio Regional de Lages.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram