Um homem de 26 anos foi preso, na última quarta-feira (11), suspeito de praticar crimes sexuais pela internet. A ação foi realizada em Itapoá, no Norte catarinense.

De acordo com a Polícia Civil do Paraná, que realizou a operação com a ajuda de policiais catarinenses, o suspeito tinha como vítimas mulheres de 15 a 20 anos, com quem ele entrava em contato afirmando possuir fotos íntimas delas.

Ele, então, fazia as vítimas acessarem um link na internet onde, supostamente, estariam as fotos delas - mas, para fazer isso, elas precisavam digitar nome de usuário e senha de seus perfis em redes sociais.

Dessa forma, o suspeito conseguia, de fato, acesso às informações privadas das mulheres para vasculhar se havia fotos íntimas - ou algo que pudesse constrangê-las - para passar a chantageá-las.

Chantagens

Conforme a investigação aponta, ele passava a impor condições de cunho sexual para não revelar o material que tinha em mãos, chegando mesmo a forçar algumas mulheres a terem relação sexual com ele. Até o momento, 13 vítimas do suspeito já foram identificadas.

Na casa dele, os policiais encontraram documentos de terceiros utilizados para cadastrar linhas telefônicas, bem como documentos já vinculados a linhas telefônicas investigadas pela polícia. Um notebook e um aparelho celular também foram apreendidos.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger