Nem bem a lei que tornou importunação sexual crime entrou em vigor e mais um caso foi registrado em Florianópolis. Nesta semana, um homem foi preso porque estaria se masturbando ao lado de uma mulher, dentro de um ônibus muncipal. Ambos não tiveram as suas identidades reveladas pela polícia.

O suspeito entrou no coletivo que faz a linha Lagoa da Conceição/Centro, sentou ao lado de uma passageira e, em seguida, começou a se masturbar. Ela tentou sair, mas o acusado impediu. O pedido de socorro foi ouvido por usuários do coletivo que detiveram o homem de 35 anos até a PM chegar.

Ele foi autuado em flagrante na Central da Agronômica e levado à audiência de custódia na 4ª Vara Criminal da Capital, onde o juiz Rafael Brüning determinou o uso de tornozeleira eletrônica. O homem ainda vai ter que comparecer, mensalmente em juízo e está proibido de utilizar a mesma linha de ônibus em que houve o crime.

Na sentença, o juiz ressaltou que não homologou a prisão por não haver registro de outros casos praticados pelo agressor. Na semana passada, mais um caso semelhante também ocorreu dentro de um ônibus de linha na Capital.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?