A Polícia Civil concluiu um inquérito policial que apura um homicídio duplamente qualificado contra um homem em Porto Belo.

O crime aconteceu no dia 24 de março deste ano, no bairro Perequê.

Durante a investigação, os policiais civis apuraram que a vítima foi ameaçada de morte pelo suspeito.

 

Após ouvir testemunhas, o investigadores descobriram que o suposto autor fugiu da cidade com a família.

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do investigado.

Após o Poder Judiciário expedir o mandado de prisão, os policiais civis do Setor de Capturas da Delegacia de Polícia da Comarca de Porto Belo prenderam o homem de 37 anos.

Com ele, os policiais civis apreenderam um revólver calibre .38 municiado e com a numeração raspada.

A arma e os projéteis retirados do corpo da vítima foram enviados para perícia.

Com o resultado positivo para a comparação, os investigadores constataram que foi a arma utilizada no crime.

O homem de 37 anos foi indiciado por homicídio doloso duplamente qualificado, por motivo fútil e emboscada.

A Polícia Civil pediu a conversão da prisão temporária em preventiva. O pedido foi deferido pelo Judiciário e o homem segue no presídio.