Homem é condenado por matar a ex-companheira em São Bento do Sul

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Por: Claudio Costa

28/01/2024 - 07:01 - Atualizada em: 28/01/2024 - 07:18

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da comarca de São Bento do Sul, em sessão realizada na quarta-feira (24), condenou um homem a 26 de prisão pela morte da ex-companheira.

Os jurados reconheceram também as qualificadoras de feminicídio, utilização de meio que dificultou a defesa da vítima, meio cruel e motivo fútil, pois ele não aceitava o fim do relacionamento.

O crime aconteceu logo após o réveillon de 2023, na residência onde a mulher morava com um dos filhos do ex-casal, no bairro Schramm.

Era início da manhã quando o homicida, munido de arma branca, surpreendeu Lucimar de Goes Couto, de 44 anos, sozinha no imóvel e lhe desferiu diversos golpes pelo corpo. A morte foi imediata.

Logo após o ato, o homem evadiu-se do local, porém acabou localizado e preso horas depois. Esse foi o único homicídio consumado em São Bento do Sul em 2023.

Além da pena de 26 anos em regime inicial fechado, o réu foi condenado ao pagamento de R$ 80 mil para cada um dos filhos da vítima, a título de danos morais, conforme definiu o juiz.

Cabe recurso ao Tribunal de Justiça. O processo tramita em segredo de justiça.