Um homem acusado de matar a companheira em Joinville foi condenado, nesta terça-feira (5), a 12 anos de prisão. O julgamento durou cerca de nove horas.

Lurdes Tasca foi assassinada em novembro de 2020, no bairro Vila Nova. Conforme a denúncia, o casal teve uma discussão antes de o homem matar a companheira a facadas.

Após atingir Lurdes, o homem fugiu e passou a noite em uma mata. Somente no dia seguinte ele se apresentou à polícia.

O homem estava detido desde então e agora cumprirá pena em regime inicial fechado e sem direito a recorrer em liberdade.