O Tribunal do Júri da Comarca de Criciúma condenou um homem de 30 anos por tentativa de homicídio qualificado a pena de nove anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado.

Segundo a denúncia, o réu e mais dois homens teriam ido até a casa da vítima, no bairro Vila Esperança, em Siderópolis, com intenção de matá-la e punir sua família por supostas denúncias de tráfico de drogas que estes teriam feito contra os acusados.

A vítima foi atacada com um golpe de barra de ferro na cabeça, uma sarrafa no rosto e chutes pelo corpo. As agressões ocasionaram graves lesões corporais como traumatismo crânio encefálico grave, fratura da calota craniana, hemorragia e hematomas.

O homem foi condenado por tentativa de homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa da vítima a nove anos e quatro meses de reclusão, em regime inicialmente fechado.

O Conselho de Sentença desclassificou a acusação dos outros dois réus, que foram condenados por lesão corporal grave a penas de dois anos e um ano e nove meses, respectivamente, em regime aberto.