O Tribunal do Júri da comarca de Joinville condenou, na última quinta-feira (12), um homem a 22 anos de reclusão, em regime fechado, pela prática de homicídio. O crime ocorreu em julho de 2018, no bairro Comasa.

A sessão foi presidida pelo juiz Gustavo Henrique Aracheski, titular da Vara do Tribunal do Júri em Joinville. Atuou como promotor Glauco José Riffel. O advogado de defesa do réu foi Jonathan Moreira dos Santos. O julgamento durou cinco horas.

Segundo denúncia do Ministério Público, o réu, juntamente com um menor de idade e outras pessoas não identificadas, teria efetuado vários disparos de arma de fogo contra a vítima.

Técnicos da perícia encontraram 40 cartuchos no local do crime. No corpo da vítima, um homem que à época tinha 59 anos, foram retirados 20 projéteis.

De acordo com o MP, a vítima dirigia uma motocicleta e foi surpreendida pelo grupo que estava em um carro, em plena via pública. Os tiros também atingiram algumas residências da localidade. O homem tentou fugir, mas não conseguiu devido ao ataque repentino.

Durante a votação do Conselho de Sentença, os jurados não acataram o crime de corrupção de menores. O réu, que tem 38 anos de idade, já estava preso no Presídio Regional de Joinville e continuará no estabelecimento prisional cumprindo a pena.

Fonte: TJSC

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança