Um homem foi condenado a 12 anos de prisão, em regime inicial fechado, pelo assassinato do proprietário de um bar situado no bairro Iririú, em Joinville. O crime ocorreu na madrugada de 15 de fevereiro de 2020.

A Justiça considerou o réu culpado por homicídio qualificado, após surpreender a vítima em seu ambiente de trabalho e efetuar três disparos à queima-roupa contra sua cabeça.

 

 

Na ocasião, segundo investigações da polícia, indícios apontaram que a ação teria relação com o comércio de drogas.

Cerca de um ano antes, a vítima já havia sido alvo de outra ação parecida, porém sem sucesso.

No local, além do bar, funcionava um salão de dança que recebia bastante público.

O réu, segundo a denúncia, já estivera no local em outras oportunidades. Ele se aproveitou da distração do dono do bar, que mexia em seu celular atrás do caixa, para mirar na cabeça da vítima e disparar.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: