A Polícia Civil, em conjunto com Famab (Fundação do Meio Ambiente) e Diretoria de Saneamento da Prefeitura de Bombinhas, realizou uma operação conjunta para fiscalizar locais na cidade com indícios de crime de poluição, com esgoto despejado de forma irregular em valas de drenagem. A ação aconteceu no final da tarde de quarta-feira (26).

Em uma residência no centro de Bombinhas, a Polícia Civil identificou um homem, que tentou se identificar com nome falso, mas que tinha contra si três mandados de prisão preventiva e em decorrência de sentença condenatória expedidos pela Justiça do Paraná – os crimes dos mandados são tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo.

O homem afirmou aos policiais que estaria há oito meses na cidade. Após os procedimentos, ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Tijucas, onde aguardará recambiamento para o Estado vizinho.

A Polícia Civil continuará apurando a prática de crimes ambientais em conjunto com os demais órgãos e alerta que constitui crime de poluição, punido com reclusão de um a quatro anos e multa, qualquer natureza de poluição que resulte ou possa resultar em danos à saúde humana, ou que provoque a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora.