A Justiça determinou que o haitiano acusado de danificar mais de 40 carros em uma empresa em Joinville passe por avaliação psicológica.

O homem esteve no Fórum na tarde desta terça-feira (29), mas não foi possível fazer a audiência de custódia porque estava aparentemente em surto psicótico.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, houve a homologação do flagrante e a concessão de liberdade provisória, uma vez que o crime que lhe é imputado, o de dano qualificado, é processado mediante ação penal privada.

Até o momento, nenhuma das vítimas apresentou queixa-crime.

Por conta do quadro clínico, o haitiano foi encaminhado para o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt para avaliação psiquiátrica. O processo tramita na 1ª Vara Criminal de Joinville.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger