O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira, em reunião do Grupo Gestor, autorizaram nesta segunda-feira (18) a promoção de 1.302 policiais civis, nas carreiras de delegado de polícia, escrivães, agentes de polícia e psicólogos. O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, declarou que proteger as pessoas é a essência do dever e a missão das organizações de Segurança Pública, por isso, o ato de promoção é um processo de valorização do policial civil de Santa Catarina. “Estes atos valorizam os policiais, dão dinamismo interno e promovem talentos, o que fortalece a nossa Segurança Pública e a nossa Polícia Civil. Os policiais realizam um trabalho de muito risco, e essa dedicação e profissionalismo precisam ser reconhecidos”, comenta Grubba. Para o delegado geral, Artur Nitz, esta conquista era merecida e esperada por todos os policiais. "É o reconhecimento do trabalho dos nossos homens e mulheres, em prol da sociedade catarinense. Somos gratos pelo esforço de todos que contribuíram de alguma forma por essa grande conquista”, afirma. Também participaram da reunião secretário Cesar Augusto Grubba; secretário Nelson Serpa, da Casa Civil; secretário adjunto da Segurança Pública, delegado Aldo Pinheiro D’Avila, delegado geral da Polícia Civil, Artur Nitz, delegado geral Adjunto, Marcos Flavio Ghizoni Junior; diretor de Inteligência da SSP, delegado Mauro Rodrigues. O processo seguiu para a Diretoria de Desenvolvimento de Pessoas, na Secretaria de Administração, para os próximos procedimentos.