Golpe de R$ 3 milhões: Polícia Civil deflagra operação e sequestra bens no RS e em SC

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Por: OCP News Florianópolis

08/03/2024 - 11:03 - Atualizada em: 08/03/2024 - 11:26

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Combate a Estelionatos do Departamento de Investigação Criminal da Capital (DIC/DCE), deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Ivoti e São Jerônimo, ambas no estado do Rio Grande do Sul e um em Florianópolis.

As investigações iniciaram em novembro do ano passado, logo após uma empresa de energia da Capital descobrir que uma ex-funcionária utilizou duas empresas, em nome de terceiros, para receber pagamentos por serviços nunca prestados.

Entre dezembro de 2020 e junho de 2022, foram identificados 12 pagamentos suspeitos, resultando em um prejuízo superior a R$ 3 milhões para a empresa lesada. Durante as diligências, constatou-se que os suspeitos mantinham relações próximas de amizade e, uma das empresas, havia sido criada exclusivamente para receber parte do dinheiro desviado.

Na quarta-feira (6), além de cumprir as ordens judiciais de busca e apreensão, também foi determinado o sequestro de bens imóveis, móveis e aplicações financeiras. Até o momento, foram bloqueados mais de dois milhões de reais em investimentos em ações e renda fixa, além do sequestro de um terreno de 7,7 hectares na cidade de São Jerônimo, avaliado em aproximadamente 800 mil reais.

Também foi decretada a indisponibilidade de três veículos, um Chevrolet/S10, um Jeep/Compass e um Hyundai/Creta, sendo dois deles localizados e apreendidos no RS. Os suspeitos são investigados pelos crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro.