Nesta quinta-feira (18), a Justiça de Minas Gerais concedeu a progressão ao regime semiaberto para o goleiro Bruno Fernandes.

A decisão foi tomada pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da comarca de Varginha.

Para que Bruno conseguisse o benefício, o magistrado considerou a exclusão de uma falta grave imputada a Bruno, no início do ano, quando foi visto na companhia de mulheres e usando celular enquanto deveria estar exercendo trabalho externo.

“A presunção é de que o reeducando já se encontra apto à reinserção à vida social, o que foi observado pelo atestado de conduta carcerária”, diz o documento da decisão.

Para formalizar a progressão de regime, o goleiro deve passar por uma audiência de instrução, em que vai receber instruções.

Ele foi preso em 2010, quando atuava no Flamengo, condenado a 22 anos de prisão pela morte da modelo Eliza Samúdio.

A advogada de Bruno, disse que só irá se manifestar quando o cliente já estiver “na rua”.

Fonte: O Globo

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger