Uma ação conjunta entre as polícias civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul prendeu um homem que forjou o próprio sequestro na tarde desta quarta-feira (31).

Após ser dado como desaparecido pela família em Farroupilha (RS), o homem foi encontrado em Florianópolis.

O autor desapareceu na terça-feira (30), quando teria saído para caminhar na cidade gaúcha.

Na manhã do dia seguinte, passou a fazer contatos com a sua companheira simulando ser outra pessoa e usando outro número de telefone.

Ele disse que foi sequestrado e que ela precisava realizar pagamentos para que ele ser libertado.

Os policiais civis identificaram que o homem chegou a se hospedar em um hotel no Centro de Florianópolis.

A equipe da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) localizou o autor no Terminal Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis.

O homem estava em um ônibus, com destino a Porto Alegre, portando três armas de fogo, duas pistolas calibre 9mm e um revólver calibre .32.

Então foi esclarecido pelos policiais civis que ele nunca tinha sido sequestrado.

Ao ser interrogado, o homem alegou ter dívidas em sua cidade, com pessoas que entregaram dinheiro para ele investir.

Sem conseguir saldar os supostos “investimentos”, ele teve a ideia de fugir e simular o próprio sequestro.

Com o esclarecimento do caso, o homem foi autuado em flagrante pelos crimes de extorsão contra a companheira e de porte ilegal das armas de fogo.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança