Um adolescente de 17 anos foi assediado sexualmente na tarde desta segunda-feira ao aceitar uma carona, no bairro São Luiz, em Criciúma. A prática configura crime de estupro de vulnerável.

A vítima se dirigia para uma escolinha de futebol quando foi abordada pelo motorista de uma T-Cross, de cor branca, com placas do Mercosul. O homem viu ele caminhando, deu a volta, parou e ofereceu para levá-lo até o local.

O garoto acabou aceitando, pois cogitou que o homem fosse pai de algum amigo seu, por saber onde ele estava indo.

Segundo relato da vítima à Polícia Militar, no trajeto ele mudou a rota, indo em direção ao 28º GAC, e parou em um canto de um loteamento, no bairro Bosque do Repouso.

Nesse momento, o tarado passou a mão na virilha e nos órgãos genitais do adolescente, o que já configura o crime sexual. O garoto inventou que precisava urinar, para tentar fugir. O homem então abriu a porta do carro e o adolescente conseguiu sair do veículo e correr pedindo ajuda. Já o assediador em seguida fugiu do local, em direção ao bairro São Luiz.

Conforme informado, o acusado é alto, forte, estava com uma camiseta colada e um boné, nas cores preta, é careca e tinha um sinal no queixo, tipo um ponto. Apesar da mobilização da PM, nenhum suspeito foi detido, mas o caso já está sendo investigado.

 

 

 

 

 

Imagem Meramente Ilustrativa