Reportagem de Leonardo Koch para o jornal O Correio do Povo. Em nota oficial publicada na manhã de terça-feira (11), a Universidade Regional de Blumenau (Furb) informou que está tomando as medidas necessárias para resolver o caso envolvendo cinco estudantes da instituição. O episódio envolveu alunos  do último semestre de medicina e repercutiu nas redes sociais após publicarem uma foto fazendo alusão à genitália feminina. Confira a nota na íntegra: "A Universidade Regional de Blumenau (Furb), ao tomar conhecimento de imagem veiculada nas redes sociais de alguns estudantes em postura ofensiva à sociedade, incompatível com os valores que regem a nossa instituição, repudia o episódio." Universidade avaliará situação do alunos O jornal O Correio do Povo entrou em contato com a universidade. De acordo com a assessoria de imprensa, assim que a comissão sobre o caso terminar será discutido o futuro dos estudantes na instituição. Em casos como este, a faculdade informa que pode ocorrer aplicação de advertência ou até mesmo suspensão do curso. Várias mensagens de repúdio criticando a atitude dos universitários percorreu o post nas redes sociais, que até o momento tem mais de 10 mil curtidas. Uma internauta indignada com a situação criticou o ato dos estudantes em sua página no Facebook. "Parece que os futuros médicos de Blumenau acharam bonito e resolveram imitar. Dá para parar ou é tão difícil assim ser ético?", desabafa. A autora do post faz uma comparação com o caso envolvendo estudantes de ginecologia no Espírito Santo, que também publicaram nas redes sociais uma foto simulando com as mãos a genitália feminina. alunos-5051661

Alunos de ginecologia fazem alusão à genitália feminina em Universidade do Espiríto Santo Foto: Reprodução

Além das críticas feitas por alguns  internautas sobre o caso, muitos defendem a ideia de que o episódio se tratou de uma referência sobre uma famosa foto do campeão do Barcelona, Ronaldinho Gaúcho, de 2011, que anos mais tarde foi reproduzida pelo craque Neymar. 5b01560b566728a7d22ef6a6b9d0a8b2

Foto: Reprodução

Para muitos, a situação envolvendo os estudantes reforça a ideia da cultura do machismo que está em debate atualmente. Nesta mesma semana, um participante de um programa de entretenimento foi expulso após uma delegada abrir inquérito por indícios de agressão à sua companheira dentro do reality show. O que dizem os internautas: "POR FAVOR!!! PAREM!!! Sei que muita gente pode não concordar comigo, mas por favor parem e pensem no que vocês estão fazendo. Eu conheço eles e sei que eles não fizeram isso com maldade alguma, foi uma brincadeira que acredito que tenha incomodado muita gente, principalmente nos dias de hoje que as mulheres veem lutando pela igualdade de gêneros e contra a cultura do estupro e compreendo isso. Vocês têm total direito de não gostar. O que acho errado e de muita maldade são esses comentários sobre pessoas que vocês sequer conhecem. Falando que são bandidos, futuros estupradores, lixo, nojentos e etc.", ponderou Philipe Manes, ao lembrar que este tipo de repercussão acaba levando muitas pessoas até mesmo ao suicídio.
"Olha, se eles querem imitar jogador de futebol deveriam ser jogador de futebol, é uma foto muito infeliz, desrespeito, ja não bastasse tantas coisas ruins que vimos no dia a dia, não que sejam pessoas ruins, mas é pelos atos que conhecemos as pessoas, infelizmente é assim, sucesso a eles como profissionais, poderiam ter sidos outros gestos em vez destes, mas fazer o que ja ta na midia", disse Paulo Heinzen.
"Imagino a vergonha que os pais desses jovens devem estar sentindo, afinal investiram alto para obter um resultado tão medíocre. Por sorte, a maioria dos colegas deve estar preocupada em conseguir ingressar numa residência médica. Aguarda-se por algum tipo de punição", sustentou Carlos Santos.
"E elas podem? Nelas vocês levariam seus filhos, né? Ou só os médicos homens que estão errados? Esse tipo de foto parece que é alguma brincadeira (de péssimo gosto) do curso de medicina, mas daí crucificar eles já é um grande exagero", disse Filipe de Vargas Roncete, ao postar uma foto de mulheres de jaleco mostrando as nádegas.   mulheres médicas