O delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigações Criminais (DIC) da Polícia Civil em Balneário Camboriú, confirmou nesta quarta-feira (9) a prisão de um funcionário de uma empresa terceirizada que fazia manutenção na agência do Banco Santander. Ele é suspeito de ter facilitado a entrada dos assaltantes que tentaram roubar o estabelecimento no fim da tarde desta terça-feira (8).

Ao todo, sete funcionários foram feitos reféns pelos criminosos, um deles chegou a ser agredido na ação. O homem, de 28 anos, fazia adequações no sistema de ar condicionado da agência e tinha acesso ao alçapão, por onde entraram os bandidos.

 

 

A polícia acredita que eles precisaram de ajuda para descer ao banco, já que o alçapão era fechado com chaves e a abertura no teto estava sobre a área restrita para funcionários. O suspeito foi levado por policiais para prestar esclarecimentos e acabou detido. Os criminosos seguem foragidos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?