A Fujama (Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente) está investigando a mortalidade de pássaros silvestres no Rio da Luz, que pode ter sido provocada por agrotóxico usado em uma plantação de arroz.  Segundo informações do responsável pelo órgão, Leocádio Neves e Silva, um processo administrativo será aberto para apurar as responsabilidades, inclusive através de um processo judicial. A denúncia foi feita durante a semana, e diversos pássaros mortos foram localizados no local.  O responsável já estaria sendo identificado e a princípio não é o proprietário do terreno. Segundo Leocádio esse caso chamou atenção pelo número de passáros mortos, um dos maiores dos últimos anos. Acredita-se que o agrotóxico tenha sido aplicado de maneira errada ou mesmo tenha seu uso proibido neste tipo de ambiente. Mais de dez passarinhos das mais variadas espécies foram encontrados mortos no local. Segundo moradores da localidade, eles perdiam as forças após tomar a água da arrozeira que estaria contaminada.