Nesta terça-feira (14), a Organização Mundial de Saúde (OMS) celebra o Dia Mundial do Doador de Sangue. Segundo o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), há queda no número de doações durante os meses de baixas temperaturas no estado. Atualmente, são 300 mil doadores regulares cadastrados em Santa Catarina, de acordo com o órgão. Conforme Alessandra Beltrame, assistente social do Hemosc, houve baixa de até 30% nas doações desde que o frio chegou. Os tipos sanguíneos que se tem mais carência são A negativo e O negativo. Santa Catarina é o estado com um dos maiores índices de doações espontâneas no Brasil, conforme o Hemosc. Doadores que contribuem mais de uma vez em um período de 12 meses somam 47% do total. Em 2015, foram 163.980 candidatos, dos quais 126.520 doaram sangue.