Frentista de posto que esfaqueou a ex-colega de trabalho pode pegar até 30 anos de prisão

Por: OCP News Criciúma

24/08/2022 - 08:08 - Atualizada em: 24/08/2022 - 08:43

Douglas Rochadel Francisco, de 32 anos, passou a responder por homicídio consumado após a confirmação da morte da vítima, Tânia Fernandes Silva Ataides, de 36 anos, nesta terça-feira (23). O homem esfaqueou a ex-colega de trabalho no dia 1º de agosto em um posto de combustíveis em Criciúma.

 

A pena de homicídio qualificado, a qual Douglas responderá, é de 12 a 30 anos de prisão. Ele se entregou à polícia alguns dias depois do crime e desde então segue detido no Presídio de Criciúma.