A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Criciúma, prendeu, na tarde desta quarta-feira, um foragido pela prática de estupro de vulnerável ocorrido em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Segundo a Polícia Civil, a DPCAMI de Palhoça, após colhidos importantes elementos de autoria e materialidade do delito de estupro de vulnerável, cujo suspeito seria o padrasto da vítima, atualmente com 13 anos, representou pela prisão preventiva do investigado, tendo sido expedido o respectivo mandado pelo Poder Judiciário.

Conforme informações colhidas no decorrer das investigações, o investigado ameaçava a vítima de morte durante os abusos sexuais, além de já ter lhe agredido. Os fatos aconteciam desde quando a vítima tinha 11 anos, até recentemente. Logo, de 2018 a 2020.

"Após notícias de que o investigado teria se evadido, não estando mais na cidade de Palhoça, onde residia, obteve-se a informação de que estaria em Criciúma, quando então a unidade especializada local logrou êxito em dar cumprimento ao respectivo mandado de prisão no bairro Ana Maria", comunicou a corporação.

Após ser interrogado sobre os fatos, ele foi encaminhado ao sistema prisional.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp