A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu um foragido da Justiça que tem 22 mandados de prisão por roubos cometidos no Rio de Janeiro. A ação aconteceu nesta sexta-feira (8), no bairro Jardim Cidade, em São José, na Grande Florianópolis.

O homem é considerado um dos principais assaltantes de pedestres que agia no Rio de Janeiro, integrante de uma quadrilha que aterrorizava vítimas no Maracanã, na Tijuca, no Andaraí, na praça da Bandeira e nos arredores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

A captura aconteceu por volta das 12h e mobilizou policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil e da Diretoria de Inteligência da PCSC.

Os agentes receberam informações que o foragido estava em Santa Catarina de policiais militares da Superintendência de Inteligência e Análise - SIA, da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) do Rio do Janeiro. O Núcleo de Inteligência (NINT) daPolícia Civil de Joaçaba também auxiliou na investigação.

O fugitivo era procurado desde 2018 e foi localizado através de um monitoramento. Em São José, estava trabalhando em um estúdio de tatuagem. Ele foi capturado quando se deslocava a pé em via pública e não houve resistência.

Em seguida, os policiais civis foram na casa em que ele estava morando, mas não foi encontrado nada de ilícito. O preso foi levado para a Central de Plantão Policial de São José e depois foi encaminhado para o sistema prisional

Os mandados de prisão no RJ são por roubo a pedestres, de cargas, roubo majorado e também um latrocínio (roubo seguido de morte) contra uma jovem, morta por esfaqueamento. O delegado John Vieira, da CORE, destacou a integração entre as forças de segurança de SC e do RJ.

“Começamos a fazer o levantamento há alguns dias do paradeiro dele aqui no Estado, o modo de vida dele aqui e foi descoberto o local em que morava e estava trabalhando. Ele teria saído do RJ e se escondido em SC há pouco mais de um ano”, afirma o delegado.

Não há, por enquanto, nenhuma informação de que ele possa ter praticado algum crime em Santa Catarina.