Na tarde desta sexta-feira, a fuga de um condutor em Criciúma quase acabou em tragédia. Um homem, de 30 anos, com seus quatro filhos, de um, três, quatro e oito anos, fugiu de uma abordagem policial na SC-108 e acabou caindo com seu veículo no Rio Sangão. O fato aconteceu por volta das 14h, no bairro Sangão, em Criciúma.

O condutor fugiu da guarnição da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) que estava iniciando uma barreira de fiscalização no KM 379,440 da rodovia, e, mais à frente, acabou perdendo o controle e caiu no Rio Sangão com as quatro crianças dentro do carro. O rio é um dos mais carregados de dejetos de mineração da região.

Foto: PMR/Divulgação

Como a guarnição tentou abordá-lo por outra rua, os policiais acabaram perdendo o veículo de vista. Em seguida, os militares foram informados por populares de que o veículo estava dentro do rio.

“Todos os ocupantes se afogaram e quando chegamos já estavam sem respirar. Foi uma agonia, mas felizmente conseguimos trazer todos de volta!”, contou o 3º sargento Willyan Clayton Alves Bosco, do Posto 5 da PMRv, que estava no salvamento.

Em seguida, após os policiais ressuscitarem as crianças, elas foram encaminhadas por duas ambulâncias, uma do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e outra do Auto Socorro de Urgência (ASU), do Corpo de Bombeiros, ao Hospital São José, em Criciúma.

O pai das crianças, que foi o último a ser retirado do veículo e estava com tornozeleira eletrônica, teve de ser conduzido pela aeronave do Serviço Aeropolicial (Saer), da Polícia Civil, também ao hospital. Segundo a polícia, ele tem passagens por roubo e tráfico.

Foto: PMR/Divulgação

Segundo boletim médico, as crianças não correm risco de vida. Já o pai delas se encontra em um quadro mais grave, inconsciente e vem sendo monitorado e realizando exames no hospital.