O vizinho que encontrou o corpo da menina de cinco anos morta em Guaramirim falou com a equipe do OCP.

Ele contou que, na manhã deste sábado (12), recebeu uma mensagem enviada pelo pai da criança e foi verificar o que ocorreu.

O homicídio ocorreu em um condomínio na rua Maria Virgínia Cristofolini, no bairro Guamiranga.

 

 

Principal suspeito de cometer o crime, o homem morava com a criança no local.

O suspeito de cometer o crime mandou uma mensagem para a vizinha pedindo para chamar os bombeiros voluntários.

Ao chegar no local, o marido dela encontrou a criança aparentemente já sem os sinais vitais.

"Nós fomos lá para averiguar, ver se era verdade. Eu bati na janela e ele pediu para entrar porque a porta estava aberta. E, pelo jeito, a criança não estava mais respirando. Ele estava com um corte no pescoço. Quando ele falou que a menina estava morta, foi um choque para todos”, conta o vizinho.

Na mensagem, o homem disse que alguém havia entrado na residência. Essa pessoa teria esfaqueado ele e a criança.

O homem foi socorrido pelos bombeiros voluntários e encaminhado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital São José.

As primeiras informações repassadas pela polícia para a reportagem do OCP dão conta que o pai seria o principal suspeito do crime.

O IGP (Instituto Geral de Perícias) removeu o corpo do local. A Polícia Civil está investigando o caso.