As guarnições da Polícia Militar de Santa Catarina estarão, até o final de agosto, equipadas com câmeras corporais que gravaram todas as ações numa ocorrência e servirão de provas judiciais.

A afirmação é do comandante-geral da instituição e atual presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública (SSP) do Estado, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior e foi dita nesta segunda-feira (22) durante a solenidade que marcou o lançamento do equipamento, em Florianópolis.

O ato aconteceu na sala do Conselho Estratégico do Comando-Geral da PMSC, na Capital, e contou, ainda, com a presença do secretário da Administração de Santa Catarina, tenente-coronel Jorge Eduardo Tasca, e demais autoridades civis e militares.

O ato de lançamento aconteceu na sala do Conselho Estratégico do Comando-Geral da PMSC, na Capital | Foto PMSC/Divulgação

Ao todo, foram adquiridas 2.425 câmeras no valor de R$ 3 milhões. O projeto inicial foi cotado anteriormente em R$ 6 milhões, porém, com o esforço dos órgãos envolvidos, a aquisição dos equipamentos custou R$ 3 milhões aos cofres públicos, além do acréscimo de 25% na quantidade de aparelhos obtidos.

Confira o cronograma de implantação

Até o momento, 130 câmeras foram colocadas em circulação. Elas foram implementadas na 1ª Região de Polícia Militar (Florianópolis), que compreende os batalhões da Capital (4º BPM, 21º BPM e 22º BPM). Posteriormente, os equipamentos serão dispostos no Estado nas seguintes datas:

  • 22/07 - Implantação na 1ª RPM – Todas as guarnições de Florianópolis;
  • 29/07 - Implantação na 11ª RPM – São José, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz;
  • 5/08 - Implantação na 3ª RPM – Balneário Camboriú;
  • 7/08 - Implantação na 5ª RPM – Joinville;
  • 12/08 - Implantação na 12ª RPM – Jaraguá do Sul;
  • 14/08 - Implantação na 7ª RPM – Blumenau;
  • 19/08 - Implantação na 8ª RPM – Tubarão;
  • 21/08 - Implantação na 6ª RPM – Criciúma;
  • 26/08 - Implantação na 2ª RPM – Lages;
  • 27/08 - Implantação na 10ª RPM – Herval D’Oeste;
  • 2/09 - Implantação na 9ª RPM – São Miguel do Oeste;
  • 3/09 - Implantação na 4ª RPM – Chapecó;

Ao todo, foram adquiridas 2.425 câmeras no valor de R$ 3 milhões | Foto PMSC/Divulgação

Qual a utilidade do equipamento

  • Qualificar o conjunto de provas das práticas ilícitas, contribuindo para a efetividade da análise criminal;
  • Proteger os policiais militares nos casos de falsa acusação;
  • Aumentar a transparência e a fiscalização das ações policiais e do uso da força;
  • Conter a reação das pessoas em conflito com a lei, pela percepção de que estão sendo filmadas, e consequentemente, reduzir a necessidade de uso da força por parte dos policiais.

 “Com a idealização das Câmeras Policiais Individuais, estaremos dando um passo para o fortalecimento na segurança jurídica do Estado. Demonstraremos a sociedade o quão bem treinado são os nossos homens”, finalizou o comandante-geral da instituição e atual presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública (SSP) do Estado, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior.

Quer receber as notícias no WhatsApp?