Fisioterapeuta que se passava por médico é preso pela Polícia Civil

Foto: IA/OCP News

Por: Claudio Costa

05/06/2024 - 05:06 - Atualizada em: 05/06/2024 - 05:44

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu em flagrante, nessa segunda-feira (3), um homem, de 37 anos, por exercício ilegal da medicina, falsidade ideológica, atestado falso e estelionato, na região do Barreiro, em Belo Horizonte.

Três vítimas foram identificadas apresentando sequelas após os procedimentos malsucedidos realizados pelo autor.

Segundo apurado pela equipe da Delegacia Regional e da 2ª Delegacia de Polícia do Barreiro, o investigado é proprietário de uma clínica cuja finalidade é a realização de procedimentos nas áreas de terapia ortomolecular, medicina do esporte, ortopedia, traumatologia, emagrecimento, dentre outros.

De acordo com a delegada Gislaine Rios, apesar de ser fisioterapeuta, o investigado se apresentava como médico, com vasta experiência e diversas especializações, sendo o responsável pela realização de procedimentos exclusivamente médicos, com aplicação de anestesias e prescrição de medicamentos.

“Ele utilizava diversos registros do Conselho Regional de Medicina de médicos atuantes em outros estados e registros cancelados para a obtenção dos lucros ilícitos”, disse.

As investigações continuam a fim de identificar outras vítimas.

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.