Mais uma falsa história começou a circular em grupos do WhatsApp da região de Jaraguá do Sul nesta quarta-feira (3). Um suposto alerta da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar explica que um grupo de soropositivos está fazendo a medição de glicose na população. O teste é usado para contaminar pessoas com o vírus HIV. “Eles estão se passando por um grupo de enfermeiros estudantes”, diz o alerta, que faz um apelo para que a PM seja avisada. O site Boatos.org desmente a história. Segundo uma publicação sobre o caso, a história é antiga e o boato foi esclarecido por outros veículos de comunicação. É importante ressaltar que nenhum comunicado foi feito pelas duas instituições, ou seja, a falsa notícia não tem nenhuma base oficial. O termo “aidético” e a falta de informações sobre o local e o período de atuação do grupo também mostram que o boato é uma história falsa.