Mais de 35 mil imóveis ficaram sem energia elétrica logo após a explosão de um transformador da subestação da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), em Guaramirim. O incidente, seguido de incêndio, aconteceu por volta das 11horas desta terça-feira (22). Grande parte da cidade, bairros de Schroeder e de Jaraguá do Sul ficaram às escuras ao longo da tarde e início da noite. “Eu estava em casa, no meu quarto, e ouvi um estouro seguido de um barulho. De vez em quando dá um barulho, mas dessa vez ele foi contínuo”, descreve o jovem Thiago de Borba, 17 anos, vizinho da subestação, localizada no bairro Recanto Feliz. A explosão deixou os moradores da rua Cláudio Tomazelli assustados. “Eu fui ver o que estava acontecendo lá fora. Havia uma faisqueira e depois fogo. Voltei para dentro de casa esperando se ia parar. Tudo durou mais ou menos um minuto. Depois, eu senti um forte cheiro de queimado”, conta Thiago.
Transformador dentro da subestação de energia pegou fogo, chamas foram vistas pelos moradores a distância | Foto Eduardo Montecino/OCP
Leia também: Sem energia elétrica, aulas são canceladas em Guaramirim e Schroeder O Corpo de Bombeiros Voluntários chegou a ser chamado para atender uma mulher de 54 anos, vizinha da subestação. Ela desmaiou após a explosão. De acordo com a corporação, ela já estava consciente na hora em que os socorristas chegaram no local da ocorrência. A vítima reclamava de dores no peito e foi levada para o Hospital Municipal Santo Antônio. Segundo o chefe da Agência Regional da Celesc em Jaraguá Sul, Luiz Melro, com uma transferência de carga foi possível restabelecer a energia para moradores afetados em Corupá, que ficaram sem luz durante 20 minutos, e algumas regiões de Jaraguá do Sul. Em torno de 40 minutos depois da explosão, 27.092 unidades consumidoras estavam energia na região. Em Guaramirim, 12.502 unidades foram prejudicadas pelo incidente. Outros 6.748 pontos não tinham energia em Schroeder. Em Jaraguá do Sul, os bairros Centenário, Vieiras, Ilha da Figueira e João Pessoa tiveram o fornecimento de energia cortado. O número já havia diminuído por volta das 18 horas, quando um total de 10 mil imóveis ainda estavam sem luz. O sistema foi restabelecido por volta das 20h30. De acordo com o gerente regional da divisão técnica da Celesc, Danilson Wolf, técnicos foram deslocados para fazer o conserto dos equipamentos e restabelecer o serviço logo depois do incidente. “Um transformador foi consertado e uma linha de transmissão foi energizada”, disse Wolf. Ainda durante a tarde, funcionários da Celesc realizaram um relatório para descobrir qual foi a causa da explosão dos equipamentos. O levantamento, de acordo com Wolf, deve ser finalizado nos próximos dias. De acordo com o prefeito de Guaramirim, Luís Chiodini, as 23 unidades escolares do município tiveram aula normal durante a tarde. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Schroeder afirmou que as aulas ocorreram normalmente ao longo do dia. Segundo a Agência de Desenvolvimento Regional, sete escolas estaduais tiveram as aulas suspensas nos dois municípios no período noturno.