Ex-padrasto matou criança por ciúmes e raiva com fim do relacionamento em Treze Tílias

Foto: Reprodução Redes Sociais

Por: Pedro Leal

28/04/2022 - 13:04 - Atualizada em: 28/04/2022 - 13:26

O ex-padrasto da pequena Maitê Brambila dos Anjos, encontrada morta com um ferimento de faca no pescoço, confessou o crime e afirmou que cometeu o crime motivado por raiva com o término do relacionamento e por ciúmes da mãe da criança.

Ele também afirmou às autoridades que cometeu o crime em sã consciência, mas se disse arrependido com seus atos.

O crime foi registrado na noite desta terça-feira (26), na rua Rudolf Margraiter, no Centro de Treze Tílias.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência por volta das 20h.

O ex-padrasto da menina se entregou à Polícia Militar no início da manhã desta quarta-feira (27).

Segundo o delegado Marcelo Marins, da Polícia Civil de Treze Tílias e responsável pelas investigações, o homem fugiu após o crime, que aconteceu por volta das 20h. “Ele ficou escondido, ficou acoado, sem ter para onde ir”, explicou.

Marins afirma que varreduras foram feitas durante a madrugada para localizar o suspeito. Na manhã de quarta-feira, o homem ligou para a Central de Plantão Policial e informou que estava escondido em uma casa no bairro São José.

“Ligou para a Polícia Militar dando o endereço para irem lhe buscar, provavelmente estava com medo de ser linchado, pois, é um crime gravíssimo, que choca a população”, disse Marins.