A ex-miss de Balneário Camboriú, Ivania Silva, está entre os presos da operação da Polícia Federal contra um grupo investigado por enviar cocaína para a Europa. Eles recrutavam mulheres em diversos estados do país para atuarem como “mulas”.

Segundo informações, a jovem de apenas 23 anos ajudava no transporte da droga para o exterior. Em Santa Catarina, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em Florianópolis, Joinville, Itapema e Balneário Camboriú.

A operação

No total, 37 pessoas já tinham sido presas em todo o Brasil até as 16h desta quarta-feira (20). Além de Santa Catarina, as ações ocorreram no Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Amazonas e Distrito Federal. Também são executadas ordens judiciais para apreensão de 40 veículos (embarcações, caminhões, automóveis e motocicletas) e o sequestro de bens com valor estimado em mais de R$ 10 milhões.

De acordo com a PF, o líder do grupo mora em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Era da cidade gaúcha, e de Curitiba, no Paraná, que os criminosos recrutavam mulheres em vários estados brasileiros para que elas transportassem droga para o exterior, passando por aeroportos internacionais do Brasil.

As investigações, iniciadas em março de 2019, já realizaram diversos flagrantes em aeroportos brasileiros e no exterior, com 25 pessoas presas, seis delas em Lisboa (Portugal), e quase duas toneladas de drogas apreendidas.

Quer receber as notícias no WhatsApp?