Estudante fazia atendimentos em clínica odontológica interditada em Jaraguá do Sul

Foto: 14º BPM/Divulgação

Por: Claudio Costa

30/10/2023 - 12:10 - Atualizada em: 30/10/2023 - 12:42

O CRO-SC (Conselho Regional de Odontologia) interdita uma clínica odontológica em Jaraguá do Sul. Uma estudante de odontologia foi autuada por exercício ilegal da profissão durante a ação que contou com o apoio da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária.

Na quinta-feira (27), as equipes foram até o local após uma denúncia encaminhada ao conselho. Segundo o CRO-SC, os atendimentos odontológicos eram feitos pela estudante e eram acobertados por um cirurgião dentista.

Agora, o CRO-SC notificará oficialmente o Ministério Público de Santa Catarina. Responderão a processo-crime na justiça tanto a estudante de odontologia quanto o cirurgião-dentista envolvido no acobertamento do exercício ilegal. O profissional também sofrerá processo ético-disciplinar junto ao Conselho Regional de Odontologia de Santa Catarina.

“É inadmissível que a população corra riscos tão graves à sua saúde, por isso é tão importante que tais situações sejam informadas ao CRO, para que seja possível uma ação rápida”, comentou a presidente Sandra Silvestre.

“Sempre que atuarmos neste sentido, estaremos honrando milhares de profissionais sérios, que dignificam sua profissão e respeitam seus pacientes e a sociedade”, acrescentou a presidente, ao ressaltar que cada ilegalidade sustada pelo CRO-SC significa uma vitória dos profissionais éticos.

A equipe de fiscalização do Conselho vem intensificando cada vez mais as visitas a fim de apurar todas as denúncias recebidas e viabilizar a punição das infrações ao Código de Ética Odontológica. Segundo a entidade, o procedimento para que os responsáveis que acobertam o exercício ilegal sejam punidos tem sido incansável por parte do CRO-SC.

Por determinação legal, os procedimentos éticos tramitam sob sigilo, ou seja, apenas as partes envolvidas conhecimento têm conhecimento dos detalhes.