Ariel Hanchuck Pereira, de 21 anos, morreu no km 208 da BR-280, em Três Barras | Foto Reprodução
Ariel Hanchuck Pereira, de 21 anos, morreu no km 208 da BR-280, em Três Barras | Foto Reprodução

O jovem Ariel Hanchuck Pereira, de 21 anos, que morreu em um acidente no km 208 da BR-280, em Três Barras, no Norte catarinense, morava em Canoinhas, trabalhava no banco Sicoob e se preparava para se formar em direito pela Universidade do Contestado (UnC). Por meio de nota, os colegas da universidade disseram que Ariel era um acadêmico dedicado e querido por todos.

Após a colisão frontal, o Gol pegou fogo com o condutor no interior do veículo | Foto Divulgação

A tragédia

Arial morreu após colidir o Gol, placa de Canoinhas, contra uma carreta de Dois Vizinhos (PR), na localidade de São João dos Cavalheiros, às 16h20 deste sábado (23). Após a colisão frontal, o Gol pegou fogo com o condutor no interior do veículo.

O caminhoneiro Edilson Begnini, de 45 anos, apresentava lesões leves nas pernas e foi atendido em estado estável. Ele relatou que se dirigia de Fazenda Batatais com direção a Canoinhas quando foi surpreendido pela invasão de pista por parte do motorista do Gol, que teria perdido o controle do veículo e batido frontalmente em seu veículo.

Bombeiros acreditam que a vítima possivelmente morreu antes de o veículo ter incendiado | Foto Divulgação

O Corpo de Bombeiros de Três Barras e Canoinhas e a PRF atenderam a ocorrência. A rodovia ficou interditada até remoção dos veículos. Os bombeiros acreditam que a vítima possivelmente morreu antes de o veículo ter incendiado, por causa do forte impacto da batida que projetou o Gol a pelo menos 50 metros do local do acidente.

Arial era filho de um policial militar da reserva remunerada de Canoinhas. Em nota, a PM comunicou com tristeza o falecimento de Ariel, filho do 3º sargento PM RR Luiz Amarildo Pereira.

O jovem também foi estagiário por um período de pouco mais de um ano no TJSC (Tribunal De Justica De Santa Catarina). O corpo de Ariel foi velado no Centro de Velórios Mão Amiga, e sepultado às 16h no cemitério de Canoinhas após missa na igreja ucraniana.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?