Abordagem aconteceu nas proximidades da Prefeitura | Foto: Adilson Amorim/Reprodução/OCP

Abordagem aconteceu nas proximidades da Prefeitura | Foto: Adilson Amorim/Reprodução/OCP

Um casal suspeito de estelionato foi preso na tarde desta quarta-feira (18), em Jaraguá do Sul. Eles aplicaram o famoso golpe do bilhete premiado em uma senhora.

O casal, que usava um carro com placas de Canudos do Vale, no Rio Grande do Sul, conseguiu enganar a vítima e levar R$ 8,5 mil no golpe.

Quando percebeu que foi enganada, a mulher chamou a Polícia Militar. Uma perseguição foi iniciada para capturar a dupla e a prisão foi realizada na rua Walter Marquardt, no bairro Barra do Rio Molha, por volta das 14h.

A vítima foi abordada na frente da agência do Banco do Brasil, no Centro. Segundo ela, foi convencida de que estavam com um bilhete de loteria premiado.

O valor da premiação seria de R$ 2 milhões. Convencida de que ficaria com o prêmio da loteria, caso os ajudasse, a mulher sacou o valor e deu em troca do bilhete. Depois, os estelionatários ainda levaram a mulher para casa, na localidade de Garibaldi.

Ao perceber que foi enganada, a mulher ligou para a Polícia Militar e, com as características do veículo, um Volkswagen Fox de cor preta, começou uma perseguição.

“A guarnição tentou fazer a abordagem próximo ao presídio e foi feita uma perseguição até a Prefeitura. Esse casal colocou a vida de várias pessoas em risco, mas a PM conseguiu lograr êxito no trabalho de capturar esses dois estelionatários”, comenta o soldado Schramowsky.

A dupla chegou a jogar o dinheiro que tinha para fora do veículo. A ideia era se livrar das provas do crime durante a perseguição. Mas um motociclista percebeu que alguma coisa estava errada na atitude dos ocupantes do veículo e avisou a PM.

O dinheiro jogado na rua foi recolhido. Uma guarnição da PM fechou o trânsito no sinaleiro da Prefeitura e, depois de percorrer a Barra do Rio Cerro e parte da Barra do Rio Molha, o casal finalmente foi abordado pelos PMs.

Os policiais militares realizaram a prisão da dupla. Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Até o final dessa reportagem, o registro da ocorrência ainda não havia sido terminado e não havia mais informações sobre a identidade dos dois estelionatários.

Quer receber as informações de segurança no Whatsapp? Basta clicar aqui