Encontro nacional de gestores das Polícias Civis debaterá tecnologia e inteligência em Santa Catarina

Foto: Divulgação/PCSC

Por: Elisângela Pezzutti

09/09/2023 - 10:09

O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) realiza entre os dias 10 e 14 deste mês, o 2º Encontro Nacional de Tecnologia e Inteligência para Líderes e Gestores da Polícia Civil, no Costão do Santinho, em Florianópolis, e terá a Polícia Civil de Santa Catarina como anfitriã do evento. O evento de abertura terá transmissão pelo canal do YouTube da PCSC neste link.

A abertura oficial do encontro será às 9h, em solenidade que contará com a presença do delegado-geral da Polícia Civil de SC, Ulisses Gabriel, e chefes de polícia, diretores de inteligência e gestores de tecnologia da informação das Polícias Civis de todo o país.

Na pauta do encontro serão abordados temas envolvendo tecnologia com destaque para crimes cibernéticos, redes de proteção nas escolas, formação de rede tecnológica das polícias civis, entre outros assuntos pertinentes à segurança pública.

Após a solenidade de abertura estão previstas duas palestras: a primeira com o secretário nacional de Segurança Pública, Francisco Tadeu de Alencar sobre “Os desafios da Senasp para estruturar as Polícias Civis do País”. A segunda palestra será com o diretor de Inteligência e Operações de Segurança Pública, Romano Costa.

A programação do 2º Encontro de Gestores na Polícia Civil prossegue até a próxima quinta-feira (14) com grupos de trabalho e discussões temáticas para delegados, diretores de inteligência e Gestores de TI.

O 2ª Encontro de Gestores na Polícia Civil conta com o fundamental apoio do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC) e da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina (PCSC).

O CONCPC

O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC) foi criado em 1998 e é composto pelos chefes de Polícia, delegados-gerais e diretores-gerais das polícias civis de todos os Estados do Brasil e do Distrito Federal.

O CONCPC se reúne periodicamente para tratar de temas referentes à atuação das Polícias Civis, visando ao intercâmbio de práticas e experiências para qualificar a investigação criminal. Além dos conselheiros, participam como convidados das reuniões ministros de Estado, ministros de tribunais superiores, governadores, secretários de Estado, deputados federais e estaduais, entre outras autoridades, sempre discutindo formas de combater a criminalidade.

As decisões do CONCPC são consubstanciadas em resoluções e têm caráter orientativo para as Polícias Civis dos Estados e do Distrito Federal, que têm a atribuição de investigação criminal e função de Polícia Judiciária Civil.

Além disso, o CONCPC coordena operações nacionais para combater os mais diversos crimes em que a atribuição para investigação é das polícias civis dos Estados e do Distrito Federal.

*Com informações da Ascom/PCSC