Em SC, júri condena mulher trans que mandou matar rival em disputa por ponto de prostituição

Foto: Divulgação

Por: OCP News Criciúma

02/09/2023 - 19:09 - Atualizada em: 02/09/2023 - 19:26

Uma mulher transexual acusada de mandar matar uma suposta rival por conta de desavenças em disputa por pontos de prostituição em Blumenau, em 2022, foi condenada pelo Tribunal do Júri em sessão que começou às 9h da manhã de quinta-feira (31) e terminou por volta das 18h naquela comarca. A denúncia foi acolhida e a ré, condenada ao cumprimento de 18 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado, por homicídio qualificado.

 

A sentença do júri popular foi proferida pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. A acusada foi denunciada pelo Ministério Público de Santa Catarina por encomendar a morte da vítima, que foi atingida por arma de fogo em um ponto de ônibus da cidade, em frente a várias testemunhas. O crime foi cometido por um corréu, autor de nove disparos, que está foragido e que, por esse motivo, teve o processo suspenso. A ré, que teve o direito de recorrer em liberdade negado à época dos fatos e novamente agora, segue presa preventivamente.