Com informações do portal G1 SC. Um elefante-marinho foi encontrado por moradores de Laguna, no Sul de Santa Catarina, na Praia da Cigana, localizada na região do Farol de Santa Marta, na tarde de quarta-feira (5). O animal da espécie Mironga Leonina de aproximadamente 500 quilos e 2,5 metros de comprimento ainda estava próximo a um costão em meio a pedras na manhã desta quinta (6). “Ele passa bem, tem uma composição corporal saudável, apenas com lesões superficiais. Ele é o mesmo animal que foi visto em Florianópolis em agosto deste ano. Foi identificado porque tem uma cicatriz circular no flanco esquerdo das costas”, disse o biólogo Pedro Volkner de Castilhos, da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina). “Não há como dizer precisamente a idade dele, apenas que é juvenil, e deve ter saído da colônia reprodutiva, pego uma corrente e vindo parar aqui durante a perseguição de organismos para se alimentar”, disse o pesquisador que também faz parte do Projeto de Monitoramento de Praias. Busca de alimentos De acordo com Castilhos, o elefante-marinho deve ter até dois anos e veio provavelmente do litoral patagônico, na Argentina em busca de alimentos. O biólogo recomenda que as pessoas e os animais domésticos evitem se aproximar do elefante-marinho, para evitar a transmissão de zoonoses. De acordo com o pesquisador, além da avaliação veterinária, o animal foi fotografado para que os dados sejam comparados com os coletados pela equipe que o encontrou na capital catarinense em agosto. “Assim poderemos saber da evolução dele, se emagreceu ou engordou, se tem lesões. Por isso é importante que as pessoas nos comuniquem toda vez que virem um animal morto ou vivo nas praias, nos permite conhecer melhor o comportamento e características da espécie”, explicou. Para entrar em contato com o Projeto de Monitoramento de Praias, basta ligar 0800 642-3341.