A terceira fase da Operação Fio Desencapado resultou na apreensão de 100 kg de fio de cobre que haviam sido furtados. A Floram emitiu oito autos de infração devido ao exercício de atividade sem licenciamento ambiental, sob pena de multa, conforme prevê a legislação. Já a SUSP emitiu 19 autos de infração por não exposição de alvará em local visível para o público.

Além das notificações, a Vigilância Sanitária municipal aplicou dois autos de intimação, por acúmulo de água parada nos locais. Também foram feitas duas prisões em flagrante: uma prisão no Morro do Mocotó por receptação e uma no bairro Ingleses, por furto de energia elétrica.

 

 

Desde a primeira fase da operação, cerca de 1,4 toneladas de fios foram apreendidos, nove pessoas foram presas, mais de 50 autos de infração e multas foram emitidos.

A Operação Fio Desencapado visa fiscalizar ferros velhos e combater o crime de receptação de itens provenientes de furto, como cabos de comunicação, fios, placas de sinalização de trânsito, hidrômetros, peças de arte, esculturas, entre outras.

Cerca de 200 profissionais, entre agentes de polícia e fiscais, participaram da operação e fiscalizaram os pontos mapeados previamente na região Continental e Ilha. No total, 27 locais foram alvos da operação.

Participaram da ação: Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), Superintendência de Serviços Públicos (Susp), Vigilância Sanitária do município (Visa), Floram, Secretaria do Meio Ambiente, e do Continente, Polícias Militar e Ambiental, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Celesc e Corpo de Bombeiros.