Polícia Civil de Santa Catarina desencadeou na manhã desta quarta-feira (27) a operação “Hórus” com o objetivo de cumprir cinco mandados de busca em residências e três mandados de prisão temporária referente ao duplo homicídio de dois adolescentes. O crime ocorreu no dia 12, em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis. A ação foi da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça.

Dois suspeitos foram presos. Houve a apreensão de eletrônicos, uma arma de fogo tipo pistola calibre 9mm, munições do mesmo calibre e a calça usada idêntica à utilizada pelo autor dos disparos que vitimaram as vítimas, conforme vídeo postado pelos executores em redes sociais.

Após as mortes, a DIC/PCSC de Palhoça coordenou uma ação conjunta entre forças de segurança para o esclarecimento dos crimes, que envolveu nas investigações policiais militares de Santo Amaro da Imperatriz, Polícia Rodoviária Federal e a agência de Inteligência da 11ª Região PM.

 

 

 

As ações policiais da Operação “Horús” foram eficientes para revelar e reconstituir por meio de provas parte dos atos praticados pelos suspeitos na noite do crime e logo após os delitos, incluindo tentativas de destruírem evidências.

As investigações revelaram um veículo suspeito de ter sido utilizado para conduzir as vítimas até o local do crime, automóvel este que foi incendiado pelos investigados no dia 14 em, Biguaçu.

As diligências desta fase das investigações ocorrem nos bairros Forquilhinhas, em São José; Jardim Janaína, em Biguaçu e na Vila Aparecida em Florianópolis.

Participam das diligências nesta quarta-feira policiais civis da DPCAMI/PCSC e DPCO de Palhoça, policiais civis e militares de Santo Amaro da Imperatriz, DIC/PCSC de São José, canil, AI da 11ª RPM, BOPE da Polícia Militar e Instituto Geral de Perícias (IGP).

As investigações continuam na Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça e os presos permanecerão à disposição da Justiça.